16.4 C
Cachoeira do Sul
sábado, 14 dezembro, 2019 - 05:33
Notícias de Cachoeira do Sul e Região
Redação [email protected]

Cachoeira do Sul, 22 de março de 1992. Neste dia aconteceu a realização de um sonho: a edição de lançamento de um jornal determinado a ser fiel à verdade e submisso à ética. Nasce, então, o Correio Popular, mais um produto do Sistema Fandango de Comunicação. Seu fundador chamava-se Pedro Germano, falecido em abril de 2006, que também foi o primeiro diretor do empreendimento.

Durante os três primeiros anos, o jornal circulou duas vezes por semana, mas em 1995, com a expansão do projeto, passou a ser veiculado três vezes semanais. Em 1997, mudou seu nome para Jornal O Correio, desta forma, iniciando um novo conceito da marca.

O ano de 1999 foi marcado por dois acontecimentos: primeiramente, o aumento para quatro edições por semana e, posteriormente, por adotar a impressão em cores nas primeiras páginas, o que tornava o jornal mais moderno e atrativo.

Já 2003 foi um ano fortemente destacado pelo crescimento e a evolução do Jornal O Correio: passou a ter tiragem diária e, seguindo a tendência de informatização do público, lançou sua versão digital.

2015: Um novo jeito de fazer história

As conquistas do Jornal O Correio cheram ao patamar que viabilizou um novo projeto. A ousadia de presentear os cachoeirenses com um espaço digital gratuito baseado em geração de conteúdo relevante em tempo real necessitou de uma carga extraordinária de coragem e visão de mercado.

O Grupo Fandango (GF), atento às novas tendências mundiais de informação e aos hábitos comportamentais dos usuários de Internet, reposicionou o jornal para torná-lo mais moderno, dinâmico e totalmente gratuito. Nssceu um novo produto, com uma estratégia diferenciada e inovadora no mercado jornalístico de Cachoeira do Sul, focando, essencialmente, em uma maior amplitude de conteúdos especialmente preparados e direcionados à realidade local. Assim, no dia 28 de novembro de 2015, os cachoeirenses passaram a ter a opção de informação no instante do fato. Acontece, OCorreio conta. Você sabe. Na hora. De graça. Sempre.

São marcas registradas dessa mudança: a valorização da instantaneidade, o livre acesso à informação e o estímulo da participação popular, pois sem o apoio da comunidade cachoeirense e a interação que tanto prezamos, jamais teríamos conquistado o coração dos cachoeirenses.

Nenhuma descrição de foto disponível.