28 C
Cachoeira do Sul
domingo, 29 março, 2020 - 18:41
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • CACHOEIRA DO SUL
  • Apesar de previsão do ministro, presidente da Fenarroz considera ainda ser cedo decisão de adiar

Apesar de previsão do ministro, presidente da Fenarroz considera ainda ser cedo decisão de adiar

Foto: Fenarroz

Ao apresentar os números de Coronavírus no Brasil, nesta terça-feira (17), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o país passará por meses seguidos de aumento de casos. A previsão aponta para a retomada da normalidade após setembro. O prognóstico pode impactar no principal evento de Cachoeira do Sul. A Feira Nacional do Arroz (Fenarroz) está agendada para ocorrer entre 9 a 14 de junho, ou seja, ainda dentro do período indicado pelo ministro. “Ainda é cedo. A Fenarroz será só na metade de junho”, argumenta o presidente da Fenarroz, Francisco de Paula Vargas Júnior. “Se persistir, talvez se estude um adiamento. Mas qualquer análise do cenário, só para início de maio”, completa.

De acordo com o ministro da Saúde, abril e maio serão meses de elevação, em que medidas poderão ser utilizadas. Em julho, a incidência do COVID-19 deve chegar ao seu ponto mais elevado, segundo prevê Mandetta. Já entre agosto e setembro, o país pode retornar para um cenário de mais normalidade.

Além do novo Coronavírus e de seus reflexos na economia, a estiagem é outra preocupação do setor, incluindo a realização do evento em Cachoeira do Sul.