19.6 C
Cachoeira do Sul
domingo, 29 março, 2020 - 09:22
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • CACHOEIRA DO SUL
  • Prefeitura promete pagar o piso aos professores e dará 5% de reposição para demais servidores

Prefeitura promete pagar o piso aos professores e dará 5% de reposição para demais servidores

 

Reunião com a direção do Siprom e Sincasul foi realizada na manhã desta quinta-feira (27). Foto: Divulgação

 

Uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira (27), na Prefeitura, definiu a questão salarial dos professores municipais. Do encontro, no gabinete do prefeito Sergio Ghignatti, participou a direção do Sindicato dos Professores Municipais (Siprom) mais secretários municipais.  Ficou acertado que a Secretaria da Fazenda pagará o reajuste de 12,84 no piso nacional para o magistério a partir da folha de março. Assim o básico de um professor com carga horária de 20 horas semanais passa de R$ 1.278,87 para R$ 1.443,12, uma diferença de R$ 164,25.

Na mesma reunião, também ficou definido o reajuste para os demais servidores. Segundo o presidente do Sindicato dos Municipários (Sincasul), Eliseu do Canto, o reajuste para a categoria ficará em 5%. Também houve aumento no vale refeição que passará de R$ 325,00 para R$ 340,00.

A reunião dos sindicatos com o prefeito era esperada desde janeiro, mês que é a data-base de reajuste do funcionalismo. Por isto, as partes acordaram que os percentuais de aumento serão pagos de forma escalonada.

O QUE FICOU ACERTADO COM O SIPROM E SINCASUL

O governo apresentou como será pago o reajuste do funcionalismo a partir da folha do mês de março do corrente ano:

– Professores que recebem o piso nacional do magistério: 12, 84%

– Funcionários e professores que não recebem o piso nacional do magistério: 5%

– Vale Alimentação: Passará de R$ 325,00 para RF$ 328,00.

Os valores retroativos a janeiro e fevereiro serão pagos da seguinte forma:

– No mês de março: pagamento do salário com o reajuste de 12,84% e o retroativo a janeiro do corrente ano;

–  No mês de abril: pagamento do salário com o reajuste de 12,84% e o retroativo a fevereiro do corrente ano.

IMPORTANTE

O Siprom informa que os professores em desvio de função não estão recebendo o piso nacional, mas o sindicato aguarda sentença judicial quanto ao pagamento.