23.8 C
Cachoeira do Sul
sábado, 28 março, 2020 - 12:50
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Buraqueira toma conta de ruas pavimentadas no centro e na periferia

Buraqueira toma conta de ruas pavimentadas no centro e na periferia

 

Buraqueira e alagamentos na Rua Fontoura Xavier, atrás da Rodoviária. Foto: Divulgação

 

A pavimentação, seja por asfalto ou por paralelepípedo em diversas ruas da periferia ou área central de Cachoeira do Sul, que era para melhorar a passagem de veículos e pedestres se transformou em dor de cabeça. Sem manutenção, o calçamento está cheio de buracos com desníveis por todo o lado o que provoca transtornos para os motoristas.

Na maioria das ruas, a irregularidade começa após consertos da canalização pluvial ou da rede de esgoto da Corsan. A pavimentação com o tempo começa a ceder e pedras saem do lugar tornando-se um perigo para os veículos e também para as pessoas.

Na região do Bairro Barcelos, a Avenida Presidente Vargas entre as ruas João Carlos Gaspary e João Leitão, está um caos. Os moradores já perderam a conta dos consertos da rede de água realizados pela Corsan e, por isto, não sabem a quem recorrer para que a rua tenha nivelamento em sua pavimentação.

Se a rua é asfaltada, a buraqueira persiste. No cruzamento da Rua Rui Ramos com a Avenida Presidente Vargas, no Bairro Bom Retiro, as crateras estão por todo o lado há quase quatro anos.  

A Rua Esperanto, quadra entre as ruas Ramiro Barcelos e Conde de Porto Alegre, um dos acessos ao Parque da Fenarroz está um caos. Buracos por todo lado, apesar da pavimentação. Na mesma região a Conde de Porto Alegre e Orlando da Cunha Carlos têm locais de afundamento do calçamento e desnível no paralelepípedo. Os moradores pedem uma solução há muito tempo.

TEM MAIS        

Moradores e comerciantes da Rua Fontoura Xavier, quadra entre as ruas Bento Gonçalves e Loretos, na zona norte de Cachoeira do Sul, estão em pé de guerra com a Prefeitura. A rua é pavimentada, mas há muito tempo está cheia de buracos e quando chove a água fica empoçada por todo o lado.

A Fontoura Xavier é saída dos ônibus da Estação Rodoviária e de trânsito intenso devido ao comércio existe na região. “Trata-se de um descaso, porque a Prefeitura sabe da situação que enfrentamos e não faz nada”, desabafa o comerciante, Rubens Bragamonte. Ele disse que tem sua loja há 30 anos na Fontoura Xavier e nunca viu uma solução para a buraqueira e alagamentos da rua.

No seu entendimento, enquanto a Prefeitura não providenciar escoamento para água, a rua continuará um caos e vai se juntar à Rua dos Loretos, que também acessa a Rodoviária. “O abandono é total”, lamenta Bragamonte.

PREFEITURA

A Prefeitura não tem uma equipe na Secretaria de Obras especializada no conserto dos desníveis de ruas pavimentadas. Realiza apenas pequenos reparos.