17.8 C
Cachoeira do Sul
sábado, 29 fevereiro, 2020 - 03:53
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Rotatória: secretário nega paralisação de obras por erro no projeto

Rotatória: secretário nega paralisação de obras por erro no projeto

Foto: Cacau Moraes/OC

Caminhões e ônibus não conseguiriam passar na rotatória que está sendo construída na área da Cinco Esquinas, Zona Norte da cidade. Por isso, as obras foram paralisadas até a reformulação do projeto. A afirmação invadiu as redes sociais de cachoeirenses nesta quarta-feira (12), dia em que os trabalhos no trecho estavam em menor ritmo, de acordo com condutores e pedestres. A impressão reforçou a versão de problemas no projeto que obrigariam sua reformulação.

A reportagem do Portal OCorreio entrou em contato com o secretário municipal de Obras, Isaías Gabriel. Segundo o responsável pela pasta, as obras seguem dentro do planejado. “Estamos trabalhando normalmente. Nenhuma verdade. Notícias fake“, garantiu Gabriel. Caso houvesse erro, as obras precisariam ser refeitas, representando mais gastos com dinheiro público. A repercussão da possibilidade veio e forma de revolta nas redes sociais.

A obra, idealizada pela Prefeitura sob a argumentação de facilitar a travessia de pedestres e disciplinar o trânsito de veículos, tem previsão de ser concluída no final de semana. Estão definidas a sinalização e a implantação de faixas de segurança, além da iluminação.

Conforme o projeto, veículos leves, ônibus e caminhões de pequeno porte terão acesso. Placas de sinalização devem indicar a proibição para outros veículos, conforme o secretário de Obras.

A previsão é que a partir da próxima segunda-feira (17), o trânsito na rotatória estará liberado, apesar de que o complemento final dependa da colocação de asfalto. A obra está a cargo da Conpasul, empresa contratada pela Prefeitura a custo estimado em superar o montante de R$ 200 mil.

Todos os acessos à rotatória deverão ter faixa para pedestres. Duas serão elevadas: na Rua Bento Gonçalves e na Avenida Brasil. Placas indicativas já foram instaladas.

No canteiro central da rotatória, haverá uma sinalização especial com lâmpadas de Led com o apoio da RGE.

O trânsito na região da rotatória continua interrompido. No entanto, o acesso para empresas, moradias e instituições da área está liberado. Desde o início da obra na semana passada, os agentes de trânsito orientam os motoristas.

A rotatória ainda terá um projeto paisagístico. Foi anunciado que a Prefeitura gastaria cerca de R$ 40 mil. No entanto, o governo informou que conseguiu a parceria de uma empresa – que não teve o nome divulgado – que vai se encarregar dos custos de ajardinamento.

A obra da rotatória ultrapassará os R$ 200 mil. Antes da contratação da empresa Conpasul, a secretaria de Obras já trabalhava na área, principalmente, na canalização pluvial.