17.1 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 21 fevereiro, 2020 - 22:28
Notícias de Cachoeira do Sul e Região
  • Inicio
  • REGIÃO
  • Protesto marca mais uma cobrança pela duplicação da BR-290

Protesto marca mais uma cobrança pela duplicação da BR-290

 

 

Polícia Rodoviária Federal tem alertado sobre as condições da rodovia. Foto: Divulgação

 

Será realizado nesta sexta-feira (17), em Pantano Grande, um protesto pela liberação de recursos para a retomada das obras de duplicação da BR-290. O ato acontecerá junto ao posto da Polícia Rodoviária Federal, a partir das 10h.

A organização estará a cargo da Prefeitura de Pantano Grande, Associação Brasileira dos Usuários de Ruas, Estradas e Rodovias (Abur) e a União do Movimento Sindical e Comunitário (Umosic). O trânsito não será interrompido, mas os manifestantes pretendem distribuir planfletos aos motoristas.

Inicialmente marcado para o último dia 10, o ato foi transferido a pedido da Polícia Rodoviária Federal (PRF).  A intenção é mostrar ao governo federal a necessidade das obras ocorrerem de forma mais rápida e de haver a liberação de mais recursos. A expectativa para 2020 é de que o governo federal destine somente R$ 25 milhões, valor considerado muito abaixo do necessário.
Além da destinação de mais recursos, a mobilização cobrará a manutenção da rodovia, que se encontra em péssimo estado. De acordo com a Abur, só no trecho entre Pantano e Eldorado do Sul há o registro de cerca de 50 mortes por ano.

ATENÇÃO

Cinco anos já se passaram desde o início das obras de duplicação de 115,7 quilômetros da BR-290, entre Pantano Grande e Eldorado do Sul. Neste período, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), apenas 11,44% dos trabalhos previstos foram realizados.

O motivo da demora é a falta de recursos, já que até agora, R$ 88,4 milhões foram gastos nas obras, que deverão custar aproximadamente R$ 773 milhões.
Apenas dois dos quatro lotes estão em execução. No lote 1, as empresas Bolognesi, Conterra e Magna concluíram 9,19% dos trabalhos previstos. Apenas o trevo de acesso a Charqueadas está em execução. Os serviços já foram finalizados, mas ainda falta realizar os aterros de encontro do viaduto, suas contenções e a pavimentação asfáltica.
No lote quatro, 18,63% dos serviços previstos já foram realizados. A única obra em andamento é a construção do viaduto de Pantano Grande. Para concluí-lo falta ainda construir uma rua lateral, que funcionará como desvio de tráfego, fazer as contenções de um dos lados da elevada e fazer a pavimentação do trecho duplicado.