30.8 C
Cachoeira do Sul
sábado, 25 janeiro, 2020 - 17:54
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

O bem mais precioso!

Se prestarmos atenção vamos perceber que somos tão privilegiados que cada dia, sem falta, já nasce repleto de motivos para agradecermos, seja pelo ar que respiramos sempre e que nos mantém vivos, seja pela capacidade ilimitada que temos de conquistar nossos sonhos e objetivos, conforme já comprovamos muitas vezes, seja pelos alimentos que consumimos, entre outras tantas razões para sermos constantemente gratos e, em especial, àquelas pessoas tão valiosas e imprescindíveis ao nosso bem viver, por ajudarem a tornar mais agradável, mais prazerosa e muito mais feliz a nossa estada aqui na terra.

Sendo assim, cada dia da nossa vida é realmente digno da mais profunda gratidão… Que façamos o melhor proveito desse abençoado privilégio e mantenhamos nossa rotina com essa vibração sempre positiva, bastando para isso nos esforçarmos um pouco mais do que o normal, porque não, para darmos valor e importância às situações que nos trazem tranquilidade e satisfação, ou seja, ao que nos faz muito bem, obrigado, ao invés de alimentarmos eventuais atritos e discórdias que, como bem sabemos, só nos  infelicitam. Ainda bem que a decisão só depende da gente mesmo, pois como já nos conta aquele dito “Quando um não quer, dois não brigam”.

A forma mais grandiosa de sermos gratos a todas as dádivas que possuímos é encarar a nossa vida como o bem mais precioso que alguém pode ter e que por isso cada momento merece ser tratado com o nosso amor na potência máxima, a ponto de não haver nenhum espaço para o que possa nos fazer sofrer ou nos tornar infelizes.

O melhor de tudo é que a gente tem opção. A começar por concordar ou não com as afirmações acima.

Ótima semana, queridos leitores e leitoras!

Cleo Boa Nova é publicitário, palestrante, escritor, músico e comunicador, autor dos livros “A Nossa Vida é a Gente Quem Cria. Senão Não Seria a Nossa Vida” e “Viva Feliz o Dia de Hoje. Viva!” e autor-intérprete do CD “Paz e Alegria de Viver”.