23 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 28 fevereiro, 2020 - 10:00
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • RURAL
  • Governo reúne entidades do setor agrícola para tratar da estiagem

Governo reúne entidades do setor agrícola para tratar da estiagem

 

Lara disse que será necessário reforçar o pedido de apoio ao governo federal – Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

O governo do Estado monitora a situação da estiagem desde que os registros de precipitação começaram a minguar, no começo de dezembro. Dando sequência ao tema, o governador em exercício, Luís Augusto Lara, recebeu, na manhã desta terça-feira (21/1), no Palácio Piratini, representantes do setor agrícola, de movimentos sociais e dos municípios para fazer um levantamento das perdas causadas pela ausência de chuva. No RS, são 74 municípios que estão em situação de emergência.

Lara destacou que, além das medidas já anunciadas pelo Estado, será necessário reforçar o pedido de apoio ao governo federal. “Esse é o tema que mais angustia os gaúchos no momento. A cada cinco anos, enfrentamos o problema, mas sempre parece que é a primeira vez. Temos de enfrentar o tema com pressão política, vontade e orçamento”, garantiu o governador em exercício.

ATENÇÃO

Entre as medidas, estão as solicitações, direcionadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, de prorrogação do prazo de zoneamento agrícola e de reserva de cota extra do seguro agrícola. “O secretário Covatti Filho está em contato com a ministra Tereza Cristina”, garantiu o secretário em exercício de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Luiz Fernando Rodriguez Júnior.

A pasta vem acompanhando as perdas registradas nas principais lavouras e culturas. Desde o começo de janeiro, foram realizadas diversas reuniões com entidades do setor para verificar a situação e mitigar as perdas. O boletim mais recente da Defesa Civil contabiliza, até o momento, 74 municípios em situação de emergência devido à estiagem. As culturas mais afetadas são milho, fumo, soja e feijão.

A reunião contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa em exercício, deputado Edegar Pretto, do presidente da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Eduardo Freire, do deputado federal Ronaldo Santini, e dos representantes das entidades agrícolas e movimentos sociais Álvaro Delatorre (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), frei Sérgio Görgen (Movimento dos Pequenos Agricultores), Maytê Ramos Pires (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Su), Antônio da Luz (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul) e Tarcísio Minetto (Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul).

Os prefeitos de São Jerônimo, Lagoão, Mariana Pimentel, Joia, Pinhal, Camaquã, Montauri, Santa Bárbara do Sul, Restinga Seca, Paraí, Boqueirão do Leão, Cruzeiro do Sul, Candelária, Arroio do Tigre e Barão do Triunfo também compareceram.