23.4 C
Cachoeira do Sul
quinta-feira, 14 novembro, 2019 - 14:09
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

Por 9 votos a 6, vereadores rejeitam o rotativo pago

Câmara de Vereadores rejeitou o projeto de lei que previa implantação de estacionamento rotativo pago em Cachoeira do Sul / Foto: OC/Divulgação

A Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul rejeitou nesta segunda-feira (14) o projeto de lei da Prefeitura que previa a implantação do estacionamento rotativo pago nas ruas centrais de Cachoeira do Sul. O placar da votação foi de 9 votos contra e 6 a favor do projeto.

A decisão saiu após duas horas e 40 minutos de discussão, que se estendeu noite adentro, em torno da proposta durante a sessão ordinária realizada na Universidade Aberta do Brasil. O PL previa que o serviço fosse encampado por uma empresa terceirizada.

Parte dos vereadores que rejeitaram votou com o entendimento de que o projeto tinha viés arrecadatório por prever que uma empresa privada teria de assumir o serviço. Para eles, o serviço teria de ser assumido por uma entidade ou pela própria municipalidade.

Pelo placar da Câmara, o prefeito Sergio Ghignatti não chegou nem perto de ver seu projeto aprovado. Para passar no Legislativo, o PL teria de contar com os votos de pelo menos 10 (dois terços) do total de 15 vereadores.

 

COMO VOTARAM OS VEREADORES:

Pela rejeição

  • Itamar Luz (PSDB)
  • Carlos Alberto de Moura Moraes (PP)
  • Telda Assis (PT)
  • Azevedo da Susepe (PPS)
  • Luis Paixão (PP)
  • Jorginho Fialho (PSB)
  • Valdocir Marques (PTB)
  • Luiz Zimmer (PSB)
  • Marcelinho (PP)

Pela aprovação

  • Daniela Santos (PDT)
  • Marcelo Figueiró (MDB)
  • Igor Noronha (MDB)
  • Pedro Jarrão (PDT)
  • Jeremias Madeira (PDT)
  • Gilmar Dutra Vieira (PRB)