31.3 C
Cachoeira do Sul
domingo, 13 outubro, 2019 - 17:04
Notícias de Cachoeira do Sul e Região
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Enquete: 93,4% dos cachoeirenses querem Ghignatti fora por causa dos gastos

Enquete: 93,4% dos cachoeirenses querem Ghignatti fora por causa dos gastos

Foto: OC/Arquivo

Após a polêmica em torno da recusa do prefeito Sérgio Ghignatti aos R$ 300 mil projetados pela Câmara de Vereadores para garantir o custeio de cirurgias eletivas de traumatologia, cachoeirenses passaram a expressar sua opinião sobre a pauta nas redes sociais. Gastos considerados desnecessários e o impacto da gestão financeira dos cofres públicos municipais – especialmente na área da Saúde – são os principais argumentos utilizados no debate.

O Portal OCorreio promoveu da noite desta sexta-feira (11) até a manhã deste sábado (12) uma enquete em sua página no Facebook. “Prefeito recusa R$ 300 mil para cirurgias. Comunidade reage contra “gastos desnecessários” sugerindo até “impeachment” dele. E você?” foi a pergunta feita na fanpage do portal.

Ao todo, 93,4% dos participantes (361 votantes) são favoráveis ao afastamento do prefeito. Já 6,6% (27) optaram pela manutenção de seu cargo, apesar dos gastos e de mais uma consequência que afeta o atendimento aos cachoeirenses.

O caso foi denunciado no espaço Verbo e pode ser conferido AQUI.


Outro exemplo lembrado por cachoeirenses nas redes sociais inclui o cancelamento de exames de endoscopia e colonoscopia em função da falta de verba. A Prefeitura optou em não pagar o Consórcio Intermunicipal da Saúde (cerca de R$ 30 mil por mês). O resultado foi uma dívida que supera R$ 200 mil. O dinheiro acabou usado para pagar a folha dos servidores, justificativa similar para a negativa aos R$ 300 mil da Câmara: o montante seria para arcar com o 13º salário dos funcionários da Prefeitura.