27.1 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 16 setembro, 2019 - 11:29
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

Cachoeira do Sul supera 600 furtos e roubos em 2019

Dados foram apresentados por Ranolfo na abertura da reunião da Gestão Estatística em Segurança (Geseg), no Palácio Piratini / Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Os indicadores criminais do Rio Grande do Sul foram atualizados pela secretaria estadual da Segurança Pública nesta quinta-feira (12), incluindo as informações de agosto. A reportagem do Portal OCorreio teve acesso aos dados de Cachoeira do Sul desde o começo do ano. Segundo o levantamento, os registros policiais anotaram dois homicídios no período. Já os casos de abigeato chegaram a 38 nos primeiros oito meses de 2019.

As ocorrências também revelam 70 furtos de veículos e outros três roubados. Aliás, os furtos em geral chegaram a 516 ao todo. Já roubos, 96. Ou seja, 612 casos.

Em termos de casos de estelionato, Cachoeira do Sul registrou 56 ocorrências entre janeiro e agosto.

Os registros de crimes relacionados a entorpecentes foram assinalados pelas forças policiais e seguem despertando foco especial de combate: foram 92 casos de posse de drogas e 62 de tráfico.

A divulgação dos indicadores foi feita pelo governador em exercício, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, na abertura da reunião da Gestão Estatística em Segurança (Geseg) – ciclo mensal de avaliação dos índices de criminalidade nos 18 municípios priorizados pelo programa RS Seguro, no Palácio Piratini. “A taxa de homicídio é a forma que se afere a segurança pública em todo o mundo, por isso essa redução registrada é muito importante”, disse Ranolfo. “Praticamente, diminuímos todos os 16 indicadores. A menor redução foi no feminicídio. Mas seguiremos trabalhando para reduzi-lo”, acrescentou.