27.2 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 9 dezembro, 2019 - 13:26
Notícias de Cachoeira do Sul e Região
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Cachoeira do Sul é 14ª cidade gaúcha em ranking de empreendedorismo

Cachoeira do Sul é 14ª cidade gaúcha em ranking de empreendedorismo

Cachoeira figura em lista das 100 primeiras cidades brasileiras / Foto: Reprodução

O Ranking Connected Smart Cities 2019 avaliou índices de cidades brasileiras, incluindo Cachoeira do Sul. O Município figura na 14ª posição estadual no recorte Empreendedorismo e 84ª colocação em nível nacional. Na edição anterior, Cachoeira sequer estava cidade na pesquisa.

A cidade do Rio de Janeiro está no topo. Porto Alegre lidera o ranking gaúcho. São 16 cidades do Estado na lista das 100 primeiras do Brasil. Na sequência estão: Caxias do Sul, Canoas, Pelotas, Santa Maria, Passo Fundo, Cachoeirinha, Lajeado, São Leopoldo, Campo Bom, Bagé, Sapiranga, Ijuí, Cachoeira do Sul, Guaíba e Farroupilha.

O Connected é um movimento que envolve empresas, entidades e governos para estimular inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas. Todo ano, em setembro, as discussões e iniciativas desembocam em um evento anual, quando é divulgado um ranking nacional das cidades inteligentes.

Este ano, o levantamento aponta Campinas (SP) na primeira colocação. O ranking leva em conta 70 indicadores desenvolvidos pela empresa de consultoria Urban Systems com o objetivo de mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento do país. Os indicadores buscam retratar inteligência, conexão e sustentabilidade em 11 setores, em cidades a partir de 50 mil habitantes.

Indicadores

O recorte de Empreendedorismo do Ranking Connected Smart Cities é composto por sete indicadores, sendo cinco concebidos para o próprio eixo de empreendedorismo e dois para o eixo de tecnologia e inovação. A nota máxima neste recorte é de 6 pontos, composto pelos seguintes pesos:

• 1 ponto para os indicadores concebidos para o eixo de empreendedorismo

• 0,5 ponto para os indicadores concebidos para o eixo de tecnologia e inovação

Os indicadores concebidos para o Eixo de Empreendedorismo contemplam: economia criativa, tecnologia, micro empresa individual, espaços de inovação e de incubação de conhecimento.

De acordo com a publicação, “pensar a cidade inteligente é pensar a cidade de forma conectada, vislumbrando as possibilidades a curto, médio e longo prazo”.