27.1 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 16 setembro, 2019 - 11:29
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

Caso dos tablets dos vereadores pode parar na Polícia

Foto: OC/Arquivo

O alerta do presidente da Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul, Carlos Alberto (PP), é direto: o parlamentar que não justificar a falta de um dos tablets entregue no começo da atual legislatura pode ter que prestar explicações na Polícia. Segundo Alberto, o aviso não é uma ameaça, mas respeito ao dinheiro público. “Precisamos ter responsabilidade quando o assunto é dinheiro da população. Alguns vereadores devolveram. Outros, usam os equipamentos. Estamos aguardando por todas as informações necessárias”, acentua o presidente do Poder Legislativo.

A busca pelo máximo de detalhes pode incluir até uso de sistema interno de câmeras. “Se precisar, vamos usar, sim. Caso um tablet não aparecer e estava no prédio, podemos usar esse recurso”, salienta Alberto.

O paradeiro de cada equipamento deve estar citado no relatório a ser apresentado pela Câmera de Vereadores, seguindo pedido do partido Democratas. O ofício foi entregue no fim do primeiro semestre. O prazo dado aos vereadores para o repasse de informações segue até sexta-feira (16).

Conforme apurações da reportagem do Portal OCorreio, um dos vereadores pediu ampliação do tempo inicial para procurar pelo tablet em casa.

O ofício entregue pelo Democratas teve motivação em uma denúncia sobre a posse indevida de um dos equipamentos.