18.2 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 16 dezembro, 2019 - 08:05
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

STF decide julgar dois pedidos de soltura de Lula hoje

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu retomar nesta terça-feira (25) o julgamento de dois habeas corpus apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão foi tomada pelos cinco ministros que integram o colegiado no início da sessão a pedido da defesa do petista.

O julgamento estava agendado para ser retomado nesta terça-feira (25), mas foi adiado depois que o ministro Gilmar Mendes pediu a retirada de um dos pedidos de liberdade de pauta.

Ministro Gilmar Mendes pediu soltura imediata de Lula / Foto: EBC

No entanto, o advogado Cristiano Zanin Martins, responsável pela defesa do ex-presidente, pediu a palavra e, da tribuna do colegiado, solicitou prioridade no julgamento do habeas corpus argumentando que Lula está preso há mais de 400 dias.

Em um dos pedidos, os advogados do ex-presidente questionam a atuação do relator da Lava Jato no STF, ministro Felix Fischer. No outro, a defesa aponta a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante o processo no qual o ex-presidente foi condenado. “Diante das razões que eu expus, e do congestionamento da pauta, havia indicado o adiamento. Tem razão o nobre advogado quando alega o alongamento desse período de prisão diante da sentença e condenação confirmada em segundo grau. Como temos toda a ordem de trabalho organizada, o que eu proponho é de fato conceder uma medida para que o paciente aguardasse em liberdade a nossa deliberação completa. Encaminharia nesse sentido, se o colegiado assim entendesse”, justificou Gilmar Mendes em seu pedido pela soltura imediata de Lula.