19.2 C
Cachoeira do Sul
domingo, 23 fevereiro, 2020 - 10:49
Notícias de Cachoeira do Sul e Região

Caminhoneiros ameaçam nova paralisação no país

Caminhoneiros paralisaram transportes em todo o país no ano passado / Foto: Arquivo

A categoria dos caminhoneiros deu início nos últimos dias a movimentações que podem deflagrar uma nova greve no país, como a ocorrida em maio do ano passado. Os transportadores entendem que compromissos assumidos pelo governo Michel Temer no ano passado não estão sendo cumpridos.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do governo federal está em constante monitoramento. O temor é pelos reflexos econômicos que uma eventual paralisação geral pode acarretar ao país, além de um desgaste que naturalmente possa provocar no governo do presidente Jair Bolsonaro.

Investigações apontam que teve início uma articulação por meio de mensagens de WhatsApp, que já começam a falar em paralisações para o dia 30 de março. O governo quer evitar, a todo custo, que qualquer tipo de greve aconteça. Não quer, nem de longe, imaginar que pode enfrentar a mesma mobilização que parou o país no ano passado.

Dentro do governo, o objetivo é ser mais ágil e efetivo e não deixar a situação ficar fora de controle, como aconteceu com o ex-presidente Michel Temer.

 

O QUE QUEREM OS CAMINHONEIROS:

Piso mínimo da tabela de frete

Os caminhoneiros reclamam que as empresas têm descumprido o pagamento do valor mínimo e cobram uma fiscalização mais ostensiva da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

 

Preço do óleo diesel

Os caminhoneiros querem que o governo estabeleça algum mecanismo para que o aumento dos combustíveis, que se baseia no dólar, ocorra só uma vez por mês, e não mais diariamente.