Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

Tranquilidade, boa pescaria, sombra e um rio com muita água são os atrativos

Quarta-feira, 03 de Fevereiro de 2016 às 15:47 por ()
Construída sobre o Rio Botucaraí, a Ponte de Pedra é um monumento histórico de Cachoeira do Sul e um patrimônio estadual / Fotos: Cacau Moraes

Tranquilidade. Boa pescaria. Sombra e um rio com muita água são os atrativos que os cachoeirenses e moradores da região podem encontrar no Rio Botucaraí, onde se encontra a Ponte de Pedra, um patrimônio histórico estadual. O local se transformou em área de lazer, muito disputado nos finais de semana, onde famílias se reúnem em acampamentos. Em contrapartida, o acesso é precário e não há água potável nem iluminação.

Acampar na Ponte de Pedra, que recebeu cuidados especiais de recuperação de sua estrutura, é o programa recomendado para quem busca refúgio. O contato com a mata nativa, a correnteza do Botucaraí, que é um dos afluentes do Rio Jacuí, o churrasco com amigos e uma área de camping limpa se constituem em pontos positivos do lugar.

O casal Leoni Rodrigues, 52 anos, e Valoni Fernandes, 63 anos, são frequentadores assíduos do que denominaram “Balneário da Ponte de Pedra”. Moradores do Bairro Quinta da Boa Vista, Leoni e Valoni afirmam que basta percorrer oito quilômetros para montar o acampamento e ligar para os amigos. 

“A gente é fiel à Ponte de Pedra. Nos finais de semana sempre estamos acampados, mas esta semana resolvemos nos antecipar”, disse Valoni. O casal resolveu passar esta quarta-feira, 3, à beira do Botucaraí. Ele salientou que gosta do lugar, mas lamenta que às vezes alguns frequentadores deixam para trás um rastro de lixo e sujeira. “Todo mundo poderia cuidar, porque estamos à margem de um rio, uma boa sombra e onde nos sentimos bem”, observou.

PRESERVAR – A preservação da mata nativa é uma das preocupações. A dona de casa Leoni Rodrigues observa que aos arredores das margens do Botucaraí existem trilhas, e lamenta o corte de galhos de árvores. “O local é excelente, mas as pessoas não cuidam. Não imaginam que a destruição da natureza pode trazer sérios prejuízos”, ensina.

PATRIMÔNIO – A Ponte de Pedra, um monumento histórico de Cachoeira do Sul e um patrimônio estadual. A informação do tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Cultural da RS (IPHAE), foi divulgada em portaria no Diário Oficial. Esta decisão trouxe motivação aos integrantes do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural (Compahc) e àqueles colaboradores do grupo que se mobilizou pela restauração da ponte. O Compahc defende a existência de uma lei específica para a criar um parque municipal na área da Ponte de Pedra.

A PONTE – Construída sobre o Rio Botucaraí, a Ponte de Pedra, muito mais do que um elemento arquitetônico, reúne técnicas construtivas da primeira metade do século XIX. Importante ligação entre a então Vila Nova de São João da Cachoeira e a Vila de Rio Pardo, além de Porto Alegre. Momento histórico da sua construção ocorreu por ocasião da Revolução Farroupilha.  Também durante muito tempo foi ponto de encontro de famílias cachoeirenses e até surgiu no imaginário popular que ela teria sido construída para dar passagem ao Imperador Pedro II. (Fonte: Compahc)

TAG: Ponte de Pedra, balneário, Cachoeira do Sul, Rio Botucaraí
Professores não desistem do pagamento do piso nacional
Professores não desistem do pagamento do piso nacional
por Cacau Moraes
O magistério municipal luta desde 2008 para receber o piso nacional da categoria. A cobrança pelo pagamento é feita pelo Sindicato dos Professores (Siprom), que em 2016 já se reuniu duas vezes com o Governo Neiron, sem...
Jovem de 19 anos fica ferida em acidente na Pinheiro Machado
por
Um acidente de trânsito deixou uma jovem ferida na noite desta sexta-feira, na parte alta de Cachoeira do Sul. Um carro se chocou uma moto na esquina das ruas Dona Hermínia e Pinheiro Machado, próximo à Escola Cândida Fortes Brandão. Carolyn Talarico Souza,...
Neiron não pode passar por cima da legislação ambiental
Neiron não pode passar por cima da legislação ambiental
por
Antes de elaboração e lançamento para debate de qualquer projeto que vá provocar mudança, é necessário apresentar um estudo de impacto ambiental ou de vizinhança. “É o que diz a...
A volta da primeira ninfa
A volta da primeira ninfa
por
O processo de restauração do Chatodô está plena execução e os resultados começam a aparecer. Nesta sexta-feira, o restaurador responsável pelo projeto, Antônio Sarasá, da empresa...
Modificação nas praças depende de mudança na lei
Modificação nas praças depende de mudança na lei
por
Embora seja de 1983, a lei que regulamenta o Plano Diretor de Cachoeira do Sul estabelece regras claras para os logradouros públicos, que estão devidamente mapeados na peça legal. A observação foi feita nesta...
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube