Carregando...

Cachoeira: abigeato e roubo de veículos apresentam aumento de casos

Segunda-feira, 12 de Março de 2018 às 15:12 por (jrr.ocorreio@gmail.com)

O secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, apresentou o balanço dos dados estatísticos da criminalidade com números do primeiro bimestre de 2018. A reportagem do OCorreio Digital teve acesso aos registros de Cachoeira do Sul. Dos 12 crimes avaliados, abigeato e roubo a veículo tiveram aumento de ocorrências. No caso do abigeato, foram duas incidências no primeiro bimestre de 2017. Já nos dois meses de 2018, as planilhas identificam oito registros. Ou seja, quatro vezes maior em comparação ao mesmo período do ano passado.

No primeiro bimestre de 2017, nenhum caso de roubo de veículos foi registrado. Mas neste ano, três ocorrências estão tabuladas.

De acordo com o levantamento que a reportagem do OCorreio teve acesso, os demais tipos de crimes tiveram queda em seus índices. Homícidio doloso, por exemplo, passou de dois casos em 2017 (com quatro vítimas) para nenhum neste ano. Latrocínio teve duas ocorrências no período do ano passado e passou nenhum em janeiro e fevereiro de 2018. Os furtos passaram de 154 para 141. Furtos de veículos: de 30 para 16 casos. Estelionato: foram dez ocorrências em 2017 e seis neste ano. Já delitos relacionados a armas e munições contabilizaram dez casos no ano passado e quatro em 2018. Em relação ao tráfico e posse de drogas: foram 21 casos de posse em 2017 e nove neste ano; 18 ocorrências de tráfico no primeiro bimestre de 2017 e 13 em 2018.

No RS

Os crimes contra a vida mantiveram, no primeiro bimestre de 2018, a tendência de queda registrada em 2017 no Rio Grande do Sul. Os dados apontam redução de 63,9% nos índices de latrocínio e 34,5%% nos homicídios, em comparação ao mesmo período no último ano.

A principal diferença na análise dos meses de janeiro e fevereiro está na diminuição do número de vítimas fatais nos índices de homicídio doloso, que chega a 33,7% no Estado – um total de 211 mortes a menos.

Para o secretário, os números apresentados refletem o esforço do Governo Estadual em fornecer os recursos humanos e materiais necessários ao desempenho das funções dos órgãos da Segurança Pública. “Os números absolutos ainda são altos, mas o que vemos é a manutenção de uma curva descendente que comprova a efetividade dos investimentos feitos no reaparelhamento das instituições e no ingresso de novos servidores”, afirmou.

Schirmer destacou ainda as ações que são consideradas estratégicas dentro do contexto de redução dos índices de criminalidade, como as operações da Brigada Militar em zonas de maior incidência criminal, a transferência de líderes do crime organizado para presídios federais e a estruturação das Delegacias de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro. “Foi um processo bem sucedido, que visou asfixiar o poder financeiro das quadrilhas e desarticular a sua cadeia de comando”, lembrou Schirmer.

Reestruturação do Observatório da Segurança Pública

O Observatório Estadual da Segurança Pública (OESP), responsável pela gestão dos indicadores criminais, está aprimorando suas ações e reforçando seu quadro de servidores. Para qualificar ainda mais a análise dos dados, a secretara da Segurança Pública recebeu o aporte de dois engenheiros de produção do quadro geral de servidores do Estado e dois técnicos da Fundação de Economia e Estatística.

Com o mesmo intuito, foram firmados convênios com a Universidade Autônoma de Lisboa, com a Uniritter, com a Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma) e com o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED). As parcerias visam a produção de conhecimento científico e a elaboração de políticas públicas mais alinhadas com a realidade do Rio Grande do Sul.

Anteriormente, os dados eram divulgados com periodicidade semestral. Na atual gestão, a divulgação se tornou trimestral. Com o incremento de servidores no OESP, foi possível diminuir o tempo entre a publicação dos indicadores, que agora passam a ser disponibilizados em caráter bimestral. “Pretendemos, ainda este ano, estabelecer o processo de divulgação a cada 30 dias, sendo ainda mais transparentes com relação aos indicadores”, frisou Schirmer.

Qlikview

Um novo sistema de gestão de dados foi implantado no OESP, com o intuito de agilizar e facilitar a visualização das estatísticas de criminalidade em todos os municípios do Estado. O software Qlikview também será difundido para todos os gestores de segurança, que poderão acessar e acompanhar os dados em tempo real, atualizados diariamente.

A ação segue a diretriz de explorar ao máximo o uso da tecnologia na elaboração de estratégias no combate à criminalidade adotada pela pasta. O Qlikview é uma solução desenvolvida para aperfeiçoar os processos de gestão operacional e administrativa, através do aprimoramento do controle dos indicadores criminais.

A aquisição do software contou com o aporte de recursos do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), parceria do governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O investimento foi de R$ 1,5 milhão – R$ 1,2 milhão na compra da licença de uso e R$ 300 mil em consultoria e capacitação de servidores.

TAG: Segurança Pública, Cachoeira do Sul
+ PolíciaVer todas
Brigada Militar define efetivo para a 20ª Fenarroz
Brigada Militar define efetivo para a 20ª Fenarroz
por Cacau Moraes
O 35º Batalhão de Polícia Militar (BPM) está com cronograma especial para a 20ª Fenarroz. Segundo o comandante, major Jaime Soligo, trata-se da Operação Avante Fenarroz, que terá um efetivo formado...
Concurso para PM temporário tem 3,2 mil candidatos na disputa
Concurso para PM temporário tem 3,2 mil candidatos na disputa
por Da Redação
O período de inscrição para a seleção aberta pela Brigada Militar para preencher 800 vagas de soldados temporários chegou ao fim com 3.255 candidatos inscritos — mais de quatro para cada vaga. A alta...
Patrulha Comunitária realiza nova operação na região
Patrulha Comunitária realiza nova operação na região
por Cacau Moraes
A Patrulha Comunitária do Interior (PCI) do 35º Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Cachoeira do Sul, voltou na madrugada desta quarta-feira (20) a atuar na região. Sob o comando do 2º sargento Dias, os...
Reboque cai em vão da Ponte do Fandango
Reboque cai em vão da Ponte do Fandango
por Milos Silveira
A queda de um reboque num vão da Ponte do Fandango por pouco não teve graves consequências na noite desta segunda-feira (18). Carregado com mantimentos, o equipamento era puxado por um carro e acabou tombando na pista que foi...
Polícia Civil viabiliza obras com recursos judiciais
Polícia Civil viabiliza obras com recursos judiciais
por Milos Silveira
O entorno do prédio do Centro de Operações da Polícia Civil de Cachoeira do Sul passa obras durante toda esta semana. Cerca de 200 metros de calçada vão ser construídos com recursos de...
Assine, é Grátis
OCorreio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube
  • O Correio Digital
  • Rua 15 de Novembro, 884 - CEP: 96508-751 | Cachoeira do Sul - RS
  • (51) 3724-0300