Carregando...

Curtas

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2018 às 10:51 por (julianasgn@gmail.com)

Música nas Férias

A Coordenadoria de Projetos Sociais e Culturais, voluntariamente coordenada pela primeira-dama D. Jussara Ghignatti, está lançando o “Música nas Férias”. Trata-se de um curso compacto de violão e guitarra com os professores Ezequiel Rosa e Filipe Lindenmaier com o objetivo de desenvolver a teoria e a percepção musical através destes  instrumentos. As aulas serão gratuitas destinadas as pessoas que encontram-se em níveis de iniciante e intermediário, a partir dos 12 anos e que possuem o violão e/ou a guitarra e os devidos equipamentos. Serão abertas dez (10) vagas por curso. As inscrições abriram de 10 a 16/01, pelos telefones (51) 3724 6025 e (51) 3724 6015. O curso acontecerá de 17/01 a 07/02, com uma aula semanal de 2h, nas quartas-feiras, tendo como local a Casa de Cultura Paulo Salzano Vieira da Cunha.

Ezequiel e Filipe são graduados em música pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM e responsáveis pelo Projeto Musicalização no Campo.

 

Tudo que liga na tomada

Ubiratan e Paloma Freitas recebem lixo eletrônicos e periféricos de informática, na Antiga Estação Férrea, no Bairro Otaviano. Para os que não sabem onde descartar esses dejetos fiquem atentos. Os materiais lá deixados passam por um diagnóstico de sobrevida (reutilização) e os obsoletos são desmontados e vendidos para o Japão. Em média, os Freitas recolhem 30 toneladas mês e possuem, também, um projeto social de conscientização sobre as causas que afetam a saúde, quando não há o descarte de maneira correta. Seria interessante um outro ponto para descarte mais ao centro da cidade, porém enquanto essa ideia toma forma, fica a dica. Quer descartar tudo o que liga na tomada? Vá na antiga Estação Férrea.

 

Um joelho ralado dói bem menos que um coração partido

Além das dores físicas, as existenciais, conhecidas como da alma tornam-se, a cada dia, mais intensas e incuráveis. Quando a dor no peito insiste e as lágrimas rolam inesperadamente, procure ajuda na área da psicologia. Não somos super-heróis e heroínas. Precisamos, inegavelmente, admitir nossas limitações. Tratar da saúde mental, em tempos de felicidade artificial é necessário, entretanto, os cuidados com a não dependência do tratamento precisa ser considerada. Bons tempos, quando o merthiolate ardia e a dor passava.

TAG: juliana da silva
+ ColunasVer todas
Preview: Primavera Verão 2018/2019
Preview: Primavera Verão 2018/2019
por Luciane Silveira
O lançamento das coleções da nova estação está acontecendo nas semanas de moda do país, e as novidades são muitas. Selecionei algumas das principais tendências para quem quer ficar...
 O que vai ser: perdoar ou sofrer?
O que vai ser: perdoar ou sofrer?
por Cleo Boa Nova
Quando não perdoamos alguém, seja pelo motivo que for, é certo que sofremos. E porquê será que muitos de nós preferimos não perdoar, mesmo sofrendo? Se pensarmos que não perdoando os outros...
Existe vida depois da Ponte do Fandango
Existe vida depois da Ponte do Fandango
por Juliana da Silva
O direito de ir e vir dos transeuntes da BR 153 está impedido devido às obras na Ponte do Fandango. Muitas pessoas que vivem no município de Cachoeira do Sul trafegam sobre a Ponte, pelos menos duas vezes ao dia. Tanto na margem...
Top trend: blazer abotoamento duplo
Top trend: blazer abotoamento duplo
por Luciane Silveira
Nada mais elegante do que vestir um blazer. Dá uma repaginada em qualquer visual. E a super tendência para esta estação, é o blazer com abotoamento duplo. Pode ser transpassado na frente, de comprimento alongado, ou...
Pessoal e intransferível.
Pessoal e intransferível.
por Cleo Boa Nova
É tão bom, mas tão bom, não se enfurecer nem sentir raiva que, embora tenhamos motivos para tal, o ideal é nos esforçarmos para evitar cometer esses distúrbios existenciais que só nos trazem...
Assine, é Grátis
OCorreio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube
  • O Correio Digital
  • Rua 15 de Novembro, 884 - CEP: 96508-751 | Cachoeira do Sul - RS
  • (51) 3724-0300