Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

"Aquele tá bem!"

Segunda-feira, 04 de Dezembro de 2017 às 13:50 por (cleoboanova@gmail.com)

Existe uma concepção, espécie de dogma coletivo, que rege que, quanto mais se pode comprar, adquirir, possuir bens materiais, melhor a gente está. Tipo: “Aquele tá bem!”, como se costuma fazer referência a alguém de expressivas posses materiais. Mas pode-se questionar essa afirmativa, literalmente falando, a partir de muitos casos reais de que conhecemos, seja por presenciar ou por informações que nos chegam de que, entre pessoas realmente abastadas financeiramente, há em grande número quem sofra de depressão, quem conviva com desavenças constantes na família, quem seja prejudicado pela cobiça e interesses materiais de terceiros, entre outros fatos que em nada condizem com uma vida boa e tranquila, ou seja, com o que possa parecer “estar-se bem”, conforme destaca a introdução. 

Lógico que ser próspero financeiramente é sempre ideal no sentido de que possamos ter o que precisamos, quando e onde virmos a precisar, o que é infinitamente melhor do que viver com recursos financeiros apenas razoáveis ou ainda precários. Mas podemos considerar que a situação econômica de alguém não seja realmente determinante para medir o seu grau de satisfação na vida, de acordo com os exemplos já citados.

Tudo depende da escala de valores que cada um elege para si. É que quando os principais aspectos da nossa vida e comportamento sintonizam plenamente com harmonia e paz interior, com respeito aos semelhantes, com satisfação em servir e beneficiar os outros, por entendermos que tudo isso faz um bem incomparável para a nossa mente, para o nosso espírito e para o nosso coração, sem que dinheiro venha ao caso, aí sim tem-se plena correspondência com “estar-se bem”, com "Aquele tá bem!”. Esse "aquele" pode ser a gente mesmo, você, eu, todo mundo, sempre que assim quisermos, independentemente da situação financeira em que nos encontrarmos...

 

O melhor de tudo é que a gente tem opção. A começar por concordar ou não com as afirmações acima.

 

Ótima semana, queridos leitores e leitoras!

Cleo Boa Nova é publicitário, consultor, escritor, músico e comunicador, autor do livro "A Nossa Vida é a Gente Quem Cria. Senão Não Seria a Nossa Vida" e autor-intérprete do CD "Paz e Alegria de Viver".

TAG: cleo boa nova
+ ColunasVer todas
Trend Color: Vermelho Total
Trend Color: Vermelho Total
por Luciane Silveira
Na cartela de cores deste Outono Inverno 2018, o vermelho se destaca. O tom vivo, bem aberto, o “candy apple”, promete bombar. Os tons “grenadine” e “aurora red”, também vão reinar na nova...
“Tá pensando que pipoca é fruta?”
“Tá pensando que pipoca é fruta?”
por Juliana da Silva
julianasgn@yahoo.com.br Li Lázaro Ramos, neste final de semana enquanto o rodeio no Parque da Fenarroz estava a todo vapor e eu não conseguia dormir. Os participantes adentraram pela madrugada, além de começarem a...
E mais uma vez, e novamente, e de novo...
E mais uma vez, e novamente, e de novo...
por Cleo Boa Nova
Porquê muitas vezes insistimos tanto no fato de nos arrependermos por coisas que falamos e fizemos, magoando e contrariando pessoas das quais gostamos? Não é que não devamos nos arrepender nesses casos, devemos, sim,...
Trend Outono Inverno 2018
Trend Outono Inverno 2018
por Luciane Silveira
Um preview das tendências de moda na próxima estação. O que será novidade e o que poderemos aproveitar de coleções passadas. O que vale à pena investir e ficar super charmosa para quando o...
Perplexidade
Perplexidade
por Juliana da Silva
Não estamos no mês de setembro, nem tão pouco em campanha do “Setembro Amarelo”. Sim, estamos em pleno fevereiro e a maioria das pessoas curtem férias, entretanto as surpresas em vida não escolhem datas,...
Assine, é Grátis
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube
  • O Correio Digital | CNPJ: 94.403.425/0001-95
  • Rua 15 de Novembro, 884 - CEP: 96508-751 | Cachoeira do Sul - RS
  • (51) 3724-0300