Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

Maria disse que era pau e pau a pedra ficou!

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2017 às 11:24 por (telmopadilha@gmail.com)

Deveria ser aquele que registro que nem Tabelião acreditaria. Deveria...

Porém, os registros físicos (impressos ou edificados) e as memórias (intangíveis) se entrelaçam criando nas mentes informações que por vezes não são corretas. Entretanto ao passarem de boca em boca, se tornam verdades e ganham credibilidade. Caso do lobisomem, das promessas, das simpatias. Efeitos do sal e outro milhar.

Caso também desta placa instalada na inauguração da Restauração do Château D’Eau:

Ora, ainda temos aos pedaços, o registro físico da primeira bica de água desta cidade e seu sistema primário de decantação. Temos em pleno funcionamento a primeira caixa de água que abasteceu durante muito tempo grande parte da cidade de Cachoeira do Sul. Esses dois registros físicos estão localizados na Praça Itororó, junto ao HCB.

A segunda caixa de água de Cachoeira do Sul foi o Château D’Eau, hoje restaurado.

A placa em questão repete o que está nos livros, no Wikipédia, na Internet e resulta na crença de uma inverdade aos alunos, professores, pesquisadores e interessados. Além de sua divulgação ao infinito, com erro e tudo o mais.

Não é verdade que o reservatório Château D’Eau tivesse um dia a missão de abastecer por gravidade o reservatório da rua Júlio de Castilhos, como está escrito ali.

Sujeito a confirmação, temos a base do Chatêau D’Eau instalada em altura de 80 metros acima do nível do Rio Jacuí, enquanto o reservatório da rua Júlio de Castilhos está 90 metros acima. Uma diferença de 10 metros que impede pela Física e, portanto, sem dúvida, a transmissão de água por gravidade.

Um erro histórico. Mas um erro que pode e deve ser corrigido. Não importa os turistas que leiam e achem interessante. O que não pode acontecer é induzir a esse engano as nossas crianças, nossos jovens, os professores e até nós mesmos. 

TAG: telmo padilha
+ ColunasVer todas
Pants & Pantacourt
Pants & Pantacourt
por Luciane Silveira
Desta vez, não venho falar de novidades na moda. As pantalonas estão incorporadas no universo fashion, há muito tempo. Nos anos 1970 foram um hit e ditaram uma época. Hoje, pode se dizer, uma peça que é...
A carta de papel
A carta de papel
por Rejane Savegnago
Há algum tempo atrás resolvi escrever cartas. Escrevi então uma carta pequena, mas muito cheia de tons e carinhos para minha neta que tem 7 anos de idade; pensei que ela precisasse de um estímulo para exercitar sua...
Comer fora é traição?
Comer fora é traição?
por Telmo Padilha
Não! É necessidade. Praticidade. Economia. A nossa cidade, a exemplo de outras, tem diversas opções de lugares onde se pode usufruir uma refeição saudável fora de casa. Seja em restaurantes,...
Ter aceitação é aceitar ser feliz!
Ter aceitação é aceitar ser feliz!
por Cleo Boa Nova
É tão agradável, mas tão agradável não se enfurecer nem sentir raiva que, embora tenhamos motivos para tal, o ideal é nos esforçarmos sempre para evitar cometer esses distúrbios...
Leite brasileiro para programas sociais
Leite brasileiro para programas sociais
por Igor Noronha
No ano passado, em média, foram comprados do Uruguai 6,6 mil toneladas ao mês de leite. Várias tratativas foram feitas no sentido de se verificar a origem desse leite, em respeito ao Mercosul e às autoridades uruguaias....
Assine, é Grátis
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube