Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

Maria disse que era pau e pau a pedra ficou!

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2017 às 11:24 por (telmopadilha@gmail.com)

Deveria ser aquele que registro que nem Tabelião acreditaria. Deveria...

Porém, os registros físicos (impressos ou edificados) e as memórias (intangíveis) se entrelaçam criando nas mentes informações que por vezes não são corretas. Entretanto ao passarem de boca em boca, se tornam verdades e ganham credibilidade. Caso do lobisomem, das promessas, das simpatias. Efeitos do sal e outro milhar.

Caso também desta placa instalada na inauguração da Restauração do Château D’Eau:

Ora, ainda temos aos pedaços, o registro físico da primeira bica de água desta cidade e seu sistema primário de decantação. Temos em pleno funcionamento a primeira caixa de água que abasteceu durante muito tempo grande parte da cidade de Cachoeira do Sul. Esses dois registros físicos estão localizados na Praça Itororó, junto ao HCB.

A segunda caixa de água de Cachoeira do Sul foi o Château D’Eau, hoje restaurado.

A placa em questão repete o que está nos livros, no Wikipédia, na Internet e resulta na crença de uma inverdade aos alunos, professores, pesquisadores e interessados. Além de sua divulgação ao infinito, com erro e tudo o mais.

Não é verdade que o reservatório Château D’Eau tivesse um dia a missão de abastecer por gravidade o reservatório da rua Júlio de Castilhos, como está escrito ali.

Sujeito a confirmação, temos a base do Chatêau D’Eau instalada em altura de 80 metros acima do nível do Rio Jacuí, enquanto o reservatório da rua Júlio de Castilhos está 90 metros acima. Uma diferença de 10 metros que impede pela Física e, portanto, sem dúvida, a transmissão de água por gravidade.

Um erro histórico. Mas um erro que pode e deve ser corrigido. Não importa os turistas que leiam e achem interessante. O que não pode acontecer é induzir a esse engano as nossas crianças, nossos jovens, os professores e até nós mesmos. 

TAG: telmo padilha
+ ColunasVer todas
Extraordinário
Extraordinário
por Juliana da Silva
Quase nada regular foram os últimos dias. Digo isto por conta do estado de saúde, um tanto quanto fragilizado, pelo que passei. De vez em quando o organismo envia a mensagem: preciso de cuidados. Há justificativas para o...
Oncologia
Oncologia
por Igor Noronha
A pauta suprapartidária em que vários atores estiveram envolvidos sinaliza para um final que atenda às necessidades, de prestadores e pacientes. Desde o primeiro momento o líder local, José Otávio Germano...
Quanto mais agradecermos, mais motivos de gratidão atrairemos!
Quanto mais agradecermos, mais motivos de gratidão atrairemos!
por Cleo Boa Nova
Muitos de nós costumamos achar motivos para reclamar de alguma coisa, dia a dia, seja de uma ou mais pessoas, seja da comida que comemos, seja da falta do que não temos... isso é fácil constatar, basta a gente prestar...
Trend: Macacão
Trend: Macacão
por Luciane Silveira
Sempre no closet feminino, o macacão vai bem do estilo clean e comfy até o super estiloso, que fica bem na festa ou balada. Peça super versátil, deixa ainda mais evidente a beleza da mulher brasileira. Nada mais chique...
O beijo
O beijo
por Rejane Savegnago
O coração dispara. O corpo aquece. A pressão arterial aumenta. Dá um frio na barriga e um tremor percorre a pele. Parece que você vai perder os sentidos. Mas ocorre justamente o oposto. O beijo na boca desperta o...
Assine, é Grátis
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube