Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

Nós, no lugar do outro!

Segunda-feira, 17 de Julho de 2017 às 10:00 por (cleoboanova@gmail.com)

Muitas vezes, quando censuramos alguém por algo que este tenha dito ou feito, não costumamos considerar os reais motivos que possam ter levado esta pessoa a falar ou agir de tal forma. Assim, acionamos imediatamente o nosso ativo e insensível senso crítico, este sim, sempre pronto a se pronunciar em qualquer situação que envolva o julgamento e a consequente condenação de alguém, desde que não sejamos, normalmente, nós próprios e nossas atitudes.

É claro que essa suposta sensação de superioridade pode nos causar no momento um aparente bem-estar. Porém, uma atitude assim tende ilusoriamente a nos situar acima do bem e do mal, na pretensa posição de donos da verdade. Mas quem sabe o que é certo e o que não é para outra pessoa com toda a certeza? Como exigir que alguém diga ou faça o que nós achamos que esse alguém deva dizer ou fazer, só porque assim queremos? Da mesma forma, quando alguém nos critica, nos julga e já na sequência nos condena por algo que falamos ou fazemos, que conhecimento esse alguém tem sobre o que nos conduziu a tal prática, suas circunstâncias, antecedências e sentimentos envolvidos?

Portanto, para que não cometamos a injustiça, assim como não gostamos de ser injustiçados, de achar que sabemos o que é correto e o que não é para a vida de outra pessoa, uma sugestão normalmente eficaz é nos colocarmos no lugar desse outro em suas opiniões e atitudes que com as quais não concordamos. E por meio desse exercício de autoprojeção poderemos verificar, de forma mais justa e honesta, que se estivéssemos nessa mesma posição, quem sabe não faríamos igual... ou ainda pior do que o outro fez. 

O melhor de tudo é que a gente tem opção. A começar por concordar ou não com as afirmações acima.

Ótima semana, queridos leitores e leitoras!

 

Cleo Boa Nova é publicitário, consultor, escritor, músico e comunicador, autor do livro "A Nossa Vida é a Gente Quem Cria. Senão Não Seria a Nossa Vida" e autor-intérprete do CD "Paz e Alegria de Viver".

TAG: cleo boa nova
+ ColunasVer todas
Bem-vindo a Sodoma e Gomorra!
Bem-vindo a Sodoma e Gomorra!
por Telmo Padilha
Vive-se momentos dramáticos na sociedade nacional, estadual, municipal e individual. Mas, dirá o severo leitor: “- Ora, se é nacional por que separar por vírgulas o estado, o munícipio e os...
Só é livre quem liberta!
Só é livre quem liberta!
por Cleo Boa Nova
Todo mundo gosta de liberdade, é um anseio intrínseco, um desejo natural das pessoas, de todos nós. Liberdade soa livre, soa vida feliz, soa total satisfação... e o bom de tudo é que apresenta um...
IPTU
IPTU
por Igor Noronha
A mudança na planta genérica vem como desculpa à majoração do tributo que incide sobre a propriedade urbana. Conceitos técnicos para justificar o que não se sustenta no plano fático e...
Garden & Flower
Garden & Flower
por Luciane Silveira
Primavera Verão 2018   Flores, folhagens, animais silvestres, borboletas e jardins floridos, são temas das estamparias, da próxima estação. Estampas florais já estão presentes em várias...
“O tempo se armou de fato…
“O tempo se armou de fato…
por Juliana da Silva
...vai chover barbaridade e sem poncho ninguém sai...”     A canção de Adair de Freitas, Previsão, em sua composição diz que lá pros lados do Uruguai vai chover barbaridade. Pelo...
Assine, é Grátis
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube