Carregando...
Torne-se um assinante gratuitamente e desfrute das vantagens de ser um leitor VIP.
Assinar Agora

Nós, no lugar do outro!

Segunda-feira, 17 de Julho de 2017 às 10:00 por (cleoboanova@gmail.com)

Muitas vezes, quando censuramos alguém por algo que este tenha dito ou feito, não costumamos considerar os reais motivos que possam ter levado esta pessoa a falar ou agir de tal forma. Assim, acionamos imediatamente o nosso ativo e insensível senso crítico, este sim, sempre pronto a se pronunciar em qualquer situação que envolva o julgamento e a consequente condenação de alguém, desde que não sejamos, normalmente, nós próprios e nossas atitudes.

É claro que essa suposta sensação de superioridade pode nos causar no momento um aparente bem-estar. Porém, uma atitude assim tende ilusoriamente a nos situar acima do bem e do mal, na pretensa posição de donos da verdade. Mas quem sabe o que é certo e o que não é para outra pessoa com toda a certeza? Como exigir que alguém diga ou faça o que nós achamos que esse alguém deva dizer ou fazer, só porque assim queremos? Da mesma forma, quando alguém nos critica, nos julga e já na sequência nos condena por algo que falamos ou fazemos, que conhecimento esse alguém tem sobre o que nos conduziu a tal prática, suas circunstâncias, antecedências e sentimentos envolvidos?

Portanto, para que não cometamos a injustiça, assim como não gostamos de ser injustiçados, de achar que sabemos o que é correto e o que não é para a vida de outra pessoa, uma sugestão normalmente eficaz é nos colocarmos no lugar desse outro em suas opiniões e atitudes que com as quais não concordamos. E por meio desse exercício de autoprojeção poderemos verificar, de forma mais justa e honesta, que se estivéssemos nessa mesma posição, quem sabe não faríamos igual... ou ainda pior do que o outro fez. 

O melhor de tudo é que a gente tem opção. A começar por concordar ou não com as afirmações acima.

Ótima semana, queridos leitores e leitoras!

 

Cleo Boa Nova é publicitário, consultor, escritor, músico e comunicador, autor do livro "A Nossa Vida é a Gente Quem Cria. Senão Não Seria a Nossa Vida" e autor-intérprete do CD "Paz e Alegria de Viver".

TAG: cleo boa nova
+ ColunasVer todas
Virtudes e defeitos.
Virtudes e defeitos.
por Cleo Boa Nova
Há algum tempo circulou na Internet um texto fazendo a associação do comportamento da humanidade à imagem figurada de todas as pessoas habitantes do planeta postadas em fila indiana, e uma característica comum a...
Reformas
Reformas
por Igor Noronha
Escrevi no início do mês que reformas administrativas estavam sendo gestadas em nossa municipalidade. É evidente que ninguém quer mexer naquilo que lhe pertence. Há que se diferenciar direito adquirido de...
Saiba qual tipo de saia ideal para você
Saiba qual tipo de saia ideal para você
por Luciane Silveira
Festas de fim de ano chegando, formaturas, casamentos e comemorações. A procura por vestidos de festa estão em alta e sempre fica aquela dúvida sobre qual tipo de saia fica melhor para o corpo. Então dá uma...
A mágoa
A mágoa
por Rejane Savegnago
Sabemos que ela mora no peito. Mas vive na cabeça. Alimenta-se dos pensamentos, mas raramente chega aos ouvidos de quem realmente interessa, pois, quase sempre, quem nos ofendeu nem imagina que cometeu tal ato. Tudo se passa no nosso mundo...
Incrível, mas o que vem de fora, vem de dentro!
Incrível, mas o que vem de fora, vem de dentro!
por Cleo Boa Nova
É realmente espetacular quando a gente passa a viver sem atribuir a nada, nem a ninguém, a responsabilidade das situações que vivemos, mesmo que sejam essas desagradáveis para as nossas expectativas. Pois nunca...
Assine, é Grátis
O Correio Digital
Canal no Youtube do Jornal O Correio Jornal O Correio no Twitter Jornal O Correio no Youtube